Bom dia,

 

Volta e meia nos surpreendemos com mensagens de pessoas ou mal intencionadas ou mal esclarecidas que geram dúvidas naqueles menos informados, aproveito assim para comentar certa mensagem que navega pela internet lançando dúvidas e venenos.

Assim acompanhemos os “escritos” e em seguida meus comentários em negrito:

 

“...é absurdamente revoltante os próprios participantes sequer ter noção do calendário de pagamento de algo que conquistamos e sequer podemos dizer que é eterno, por se tratar de uma tutela mas que está garantindo a sobrevivência de cada participante e familiar.”

 

Frases de efeito sem nexo, pois todos nós sabemos que existe verba no orçamento da UNIÃO e que o pagamento do AERUS sai sempre no segundo dia útil do mês, mas é importante nos alertarmos sobre a garantia da tutela, pois na verdade há pessoas que desejam com todas as suas forças que a defasagem tarifária, que é a garantia da antecipação de tutela, vá para a área de falência, e então todos nós assistidos, pensionistas e não assistidos nada viríamos a receber.


“Ao mesmo tempo apoiarem uma campanha que inclusive iniciamos em 2006 , por um acordo com o objetivo de se manter a Varig voando.”

 

Pergunto que acordo foi este e com quem? Este apoio serviu para vender a VARIG por preço pífio, e  que para espanto de todos se transformou em outra coisa logo em seguida quando a parte boa da VARIG foi comprada pela GOL por quase sete vezes mais... que acerto hem?

Este apoio criou a FLEX, que tinha que se recuperar com a fantástica frota de 1, isto mesmo, hum avião, e seu apoio se completou com um trabalho que até hoje nenhum ou apenas alguns privilegiados receberam suas rescisões trabalhistas.

   
“Defendemos o acordo sempre, mas sempre tivemos cuidado em qual momento iríamos investir na campanha.”

“Da forma que o que está sendo feito hoje eu elogio mas em função da posição do atual governo em não fazer acordo, entendemos é perigoso e que é necessário a AGU se manifestar na execução para podermos combater seus argumentos que sequer temos ideia.” 

 

Não existe nenhum movimento do governo neste sentido, a AGU vai ter que se colocar em razão da insistência da vara de falência em requerer a defasagem tarifária. Empresas e valores foram colocados como credores após o encerramento da recuperação judicial que transitou em julgado, e somente foi recusada pela Fundação em razão da falta de balanços por parte da Delloite.

Este fato é do conhecimento da AGU que recebeu esclarecimentos devidos desde o ano passado.

   
“Antes disso a campanha só facilita em fazer um acordo nas piores condições. situação que não acredito avaliando a situação financeira e econômica do país. Tem gente fazendo discurso totalmente equivocado juridicamente, além de não ter qq representatividade nas ações que estão em Curso !!!!!”

 

Conversa jogada fora, e exatamente por conta de manobras deste tipo é que a APRUS solicita a associação de assistidos e não assistidos para que enfrentemos estes famosos e conhecidos abutres do passado.


“Somente os que têm ação poderão ser chamados para um acordo.”

 

Outra mentira, pois para qualquer acordo cada um de nós tem que dar o seu de acordo, é lei. 

 

“Portanto novamente tem gente enganando gente!!!! Normal isso na Varig, lamentavelmente !!!!!”

 

Quem está enganando alguém?  


“Fico triste pq estávamos prestes a fechar o acordo em 2018 , mas foi vencido em função dos inúmeros questionamentos jurídicos na execução da defasagem Tarifária . Que poderá levar anos de discussão. Hoje sabemos que muitos advogados entraram na execução com bloqueio de valores trabalhistas na ação de defasagem tarifaria que vai depender de julgamento do juiz da vara e demais credores, o juiz terá que se manifestar!!!


Portanto o que estão fazendo de novo é uma grande chincana com o limite psicológico de cada participante ativo !!!!”

 

Posso afirmar categoricamente que nenhum acordo foi apresentado à AGU nem a PREVIC, estes bloqueios existem sempre que possível.


“Os sindicatos e associações que fazer parte da ação civil pública não autorizam qq grupo a falar em nome dos patronos da ação portanto olho vivo , não seja uma marionete na mão dos que nunca lhe defenderam e agora aparecem em troca de 30,00 te representar !!!!!! Nós nunca exigimos participação financeira de nenhum dos participantes para obter a tutela agora vc quer pagar a conta ?????”

 

Que medo de nossa representatividade ... heim?

 
“Eu realmente não consigo entender , conquistamos o direito dos aposentados e viúvas e tb dos ativos e agora pretendem colocar tudo a perder em função dos que tinham expectativa de direito em 2006 . Isso precisa de uma grande reflexão.  Sob pena de os resultados vir a ser o pior possível para todos !!!!!!!Analisem ...... é como eu vejo !!!!”

 

Como sempre, só sabe ameaçar e tentar desestabilizar.  Aproveito para sugerir a ela  ir ao oculista, mas acho que só vê o que lhe interessa, afinal, foi assim que ajudou a vender nossa VARIG.

O carnaval que está chegando poderia chegar melhor evitando que viéssemos a pagar pelo menos nesse mês juros de cheque especial de um dia.

 

Thomaz Raposo APRUS

 

 

19/01/2019

 

 

 

Que não seja esquecido jamais que esta DEFASAGEM TARIFÁRIA dada em garantia a uma dívida que hoje chega a mais de onze bilhões de reais, absolutamente não elimina a responsabilidade da União, visto que seus valores atualizados por técnico contratado pelas associações APRUS e APVAR, terem chegado a valores de sete bilhões seiscentos e vinte e cinco milhões de reais aprox.

 

Existem no processo valores que preferimos descartar, inclusive um feito pelo AERUS o qual a APRUS rejeita a informação hum bilhão e meio a menos por ter sido o técnico responsável pela informação "indicado" pelo advogado do AERUS hoje já destituído do processo graças ao bom DEUS e algumas solicitações feitas pela APRUS ao AERUS.

 

Existe um enorme interesse da área da "pretensa falência" da VARIG para que o juiz encaminhe para lá estes valores o que iria gerar grande alegria de alguns personagens que já irão aparecer mostrando o que pretendiam fazer.

 

A APRUS e APVAR entraram no processo da DT com o objetivo de forçar o AERUS a fazer o que deveria ter sido feito, isto é, requerer nossos valores dados em garantia, o que lembro não elimina o restante da dívida. Nossa luta continua conforme carta encaminhada a todos os aposentados, visto que alguns que classifico como do passado marginal mentem descaradamente, que querem a defasagem para a falência para pagar a ATIVOS que até hoje nada vieram a receber.

 

Informo ainda que a APRUS continua seu sério trabalho em todas as áreas e agora também na defesa de uma aposentadoria proporcional aos ATIVOS.

 

A luta é boa e lembro a todos que quando assumi a APRUS fantasiaram que os pagamentos iriam cessar, agora fantasiam que a TUTELA vai ser interrompida, escondem que a ida da defasagem para a pretensa falência, retira a garantia que o desembargador assumiu perante a UNIÃO e chega de escrever e ao trabalho.

 

Sempre observando sempre a verdade, o trabalho é outro mas continha TRABALHO com a diferença de agora em um governo com a seriedade que sempre quisemos.

 

 


Thomaz Raposo APRUS